Jornal do Commercio - 10, 11 e 12 de junho de 2011

EXPERIÊNCIA COMPROVADA - 81,4% dos gestores preferem contratar um profissional que tenha feito cursos. Qualificação também é valorizada por clientes

Para gerir projetos, certificação é essencial

BIANCA MELLO

Pesquisa realizada pela consultoria Qualimétrica, em parceria com o Instituto Infnet, mostrou que os profissionais certificados em gerência de projetos são mais valorizados. 81,4% dos gestores entrevistados preferem contratar pessoas que tenham feito o curso, pois confiam nas certificações. A mais reconhecida na área é a PMP, sigla que vem do inglês Project Management Professional, ou seja, Profissional de Gerenciamento de Projetos. Ela é concedida pelo Project Management Institute (PMI), a mais reconhecida organização de incentivo e estudo de gerenciamento de projetos no mundo.

Segundo consultores, a confiança na certificação deste instituto baseia-se no seu rigoroso processo de obtenção. Envolve horas de estudo e de experiência, além de uma prova com 200 questões teóricas. "O fato de ter uma credencial como a certificação PMP representa
um diferencial de qualificação profissional, uma vez que o processo para obtenção das certificações do PMI é realmente muito rigoroso",
afirma o coordenador do MBA em Gerência de Projetos – Padrão PMI do Instituto Infnet, Ralph Möller.

Entender de gestão de projetos foi considerado essencial por 88% dos profissionais entrevistados, pois sabem que serão valorizados se
conseguirem entregar resultados dentro de demandas como custo e tempo. "O curso é baseado em Riscos, Planejamento e Liderança. É
fundamental para gerir pessoas e projetos. Consegue ampliar o seu conhecimento em 360 graus e te ajuda a avaliar melhor a necessidade do seu cliente e do seu subordinado", avalia Gustavo Trindade, engenheiro civil da construtora RJZ Cyrela, que está se preparando para a
prova do PMI.

Entre os profissionais que afirmaram terem sido promovidos pelo menos uma vez nos últimos cinco anos (72%), a maioria (77,7%) reconheceu que os cursos de aperfeiçoamento ajudaram em suas promoções. "Já houve trabalhos que eu prestei no exterior, por exemplo, dos quais um dos requisitos era que o profissional fosse certificado. Hoje em dia, tenho uma série de clientes que exigem que o profissional
que esteja trabalhando para eles seja certificado", conta o gerente de planejamento da consultoria Progen, Fábio Prado, que possui a certificação PMP.

OPÇÕES. A demanda por estes profissionais tem aumentado em todo o universo empresarial. Eles podem atuar na implantação implantação
de sistemas, na construção de imóveis, na execução de projetos de marketing,
internet e outros. "O gestor prefere contratar um gerente já qualificado. Na realidade, quando a empresa busca um gerente de projetos, não necessariamente é para iniciar um projeto, mas sim, porque sabe que aquela pessoa pode comandar uma área melhor ou pode organizar um projeto já existente", completa Trindade.

"Tanto na minha atuação como docente quanto como executivo, a contratação de profissionais certificados em gerenciamento de projetos é praticamente um pré-requisito. Para os professores, é fundamental para garantirmos o alinhamento do conteúdo apresentado em sala de aula com o nosso planejamento pedagógico. Da mesma forma, como diretor de empresa, o certificado demonstra para o mercado o compromisso da organização com a excelência", diz Möller.

As organizações sabem que um profissional com a certificação PMP está sempre atualizado, porque o PMI exige. "Para manter o certificado,
você precisa ter uma série de créditos. Estes créditos são obtidos através de cursos, palestras, aulas e uma série de atividades ligadas ao
dia a dia de gerenciamento de projetos. Isto faz com que o profissional mantenha-se atualizado e tenha uma consolidação de linguagem", explica Trindade.

Não recomendado para iniciantes

A certificação em Gerência de Projetos não é concedida para um jovem recém-formado. Na principal certificadora, a Project Management
Institute (PMI), é necessário ter um número mínimo de horas de trabalho de gerenciamento de projetos para que a pessoa seja elegível.
Depois, há uma prova teórica que traz questões do dia a dia do ambiente de projetos.

"Está não é a única certificação, mas é a mais difundida. Nos últimos cinco anos houve um crescimento considerável no número de profissionais certificados no Brasil. A maioria dos gerentes de projetos é formada por engenheiros, mas vemos também administradores,
advogados e outros", conta o gerente de planejamento da consultoria Progen, Fábio Prado, sobre a certificação Project Management Professional (PMP) que possui.

Muitas vezes, a própria empresa patrocina o curso para o funcionário, pois através destes profissionais certificados, ela garante para o cliente que implementará um projeto com custos e prazos adequados. "A especialização em projetos é uma maneira de saber como aplicar bem o dinheiro da empresa para garantir um diferencial competitivo. Se ela fizer de maneira não profissionalizada este investimento, vai gastar mais e levará mais tempo para receber o retorno do investimento", ressalta o gerente da Progen.

Para se preparar, recomenda-se que o candidato, além de cumprir os requisitos para ser elegível, faça um curso certificado pelo PMI, pratique com simulados e leia o Project Management Body of Knowledge (PMBOK), que é o livro que traz a compilação dos conhecimentos do PMI.

"Estou fazendo um MBA em Gerenciamento de Projetos e, quando terminar o curso, farei a prova do PMI. O MBA é destinado a pessoas
que já ocupam cargos de gerência. Na entrevista para o MBA, é exigido que o profissional tenha experiência", diz Gustavo Trindade, engenheiro civil da construtora RJZ Cyrela. (BM)